Obama e McCain evitam perguntas sobre vices

quarta-feira, 20 de agosto de 2008 20:00 BRT
 

Por Jeff Mason

MARTINSVILLE, Estados Unidos (Reuters) - O democrata Barack Obama e o republicano John McCain evitaram na quarta-feira as perguntas sobre os candidatos a vice, preferindo, cada um deles, reivindicar sua superioridade em questões de segurança nacional e economia.

Em visita à Virgínia, reduto de um possível companheiro de chapa, o governador Tim Kaine, Obama ignorou as perguntas sobre a escolha, que deve ser anunciada nos próximos dias e sacramentada na convenção da semana que vem.

"Quanto tempo você levou para pensar nessa pergunta?", ironizou ele para um jornalista numa feira agrícola da Carolina do Norte.

Para McCain, as perguntas sobre o companheiro de chapa partiram de um eleitor do Novo México e de uma radialista conservadora. Ambos queriam saber se o vice republicano será alguém contrário ao direito ao aborto.

O senador, que é contra o direito ao aborto, preocupou os conservadores na semana passada quando disse que não descartava a escolha do ex-governador da Pensilvânia Tom Ridge, que é favorável à prática.

"Vou indicar uma pessoa para ser vice-presidente, meu companheiro de chapa, que compartilhe dos meus princípios, meus valores e minhas prioridades, e é isso que eu posso lhes dizer", afirmou McCain no Novo México.

Há rumores de que McCain anunciará seu vice no dia 29, seu aniversário de 72 anos, quando realiza um grande comício em Ohio, um dia depois do final da convenção republicana.

"Já houve coisas na mídia -- 'ele já se decidiu, ele vai anunciar em tal ou tal dia'. Eu não tomei uma decisão, estamos no processo, e se eu disser algo além disso garanto que haverá outra tempestade dessas. Obviamente vamos anunciar em breve, porque não temos escolha, mas devo lhe dizer que é uma das coisas mais difíceis que eu já fiz", disse McCain à radialista Laura Ingraham.   Continuação...