BHP paralisa extração de minério de ferro na Austrália

sexta-feira, 5 de setembro de 2008 13:16 BRT
 

Por James Regan

SYDNEY, Austrália (Reuters) - A BHP Billiton Ltd/Plc suspendeu a extração de minério de ferro na Austrália, na sexta-feira, cortando em um terço a produção da commodity no país depois de um segundo mineiro ter morrido nos últimos dez dias.

Uma porta-voz da empresa não disse quando as minas seriam reabertas.

Em casos anteriores de cancelamento das atividades em uma mina específica devido à morte de trabalhadores, incluindo um ocorrido menos de duas semanas atrás, a extração foi retomada um ou dois dias depois de uma investigação policial e da adoção de medidas emergenciais de segurança.

Analistas preocupam-se, no entanto, com a possibilidade de a BHP registrar uma queda acentuada em seu volume de produção --91 milhões de minério de ferro no ano passado, ou cerca de 10 por cento da produção negociada internacionalmente--, diminuindo a liquidez de alguns mercados, em especial depois de problemas enfrentados pela rival Rio Tinto.

"Se a coisa durar um dia ou dois, não há muitos motivos para que nos preocupemos. Mas se as minas continuarem fechadas durante um longo período de tempo, digamos uma semana ou mais, isso poderia detonar alguns percalços", afirmou James Wilson, analista da DJ Carmichael & Co.

A BHP determinou o fechamento imediato de grandes minas de minério de ferro localizadas no noroeste da Austrália, disse uma porta-voz.

O último caso de morte, ocorrido na quinta-feira na mina Yandi, localizada 500 quilômetros a leste da costa ocidental do país, no distrito de Pilbara, ocorreu após um outro mineiro ter perdido a vida no dia 26 de agosto.

"Estamos preocupados com a possibilidade de tais incidentes distraírem a atenção dos funcionários, o que poderia colocá-los em risco. Então, ao suspender as operações, podemos reduzir os riscos resultantes disso", afirmou a porta-voz.   Continuação...