Saneamento cria abismos regionais, mostra índice social do BNDES

segunda-feira, 3 de dezembro de 2007 17:11 BRST
 

Por Renata de Freitas

SÃO PAULO (Reuters) - O Brasil comemorou, com alguma cautela, a classificação como lanterninha do grupo dos países com alto índice de desenvolvimento humano, mas se entre os critérios para o IDH estivesse o de percentual de domicílios atendidos por rede de esgotos, o desempenho teria sido muito pior.

O saneamento básico é um dos indicadores em que o Brasil apresenta algumas das maiores disparidades regionais, de acordo com o Índice de Desenvolvimento Social (IDS), elaborado pela Secretaria de Assuntos Econômicos do BNDES. Pelo IDS, o Brasil estaria na ponta inferior da faixa de desenvolvimento médio (com 0,58 contra 0,80 obtido no IDH), considerando-se dados de 2005.

O economista Francisco Marcelo Rocha Ferreira, do BNDES, que deve divulgar em breve a compilação de dados do IDS por Estados relativa a 2006, aponta que investimento em coleta e tratamento de esgoto é uma das fórmulas mais eficazes de acelerar o desenvolvimento social do país.

Enquanto a região Norte tem apenas 0,35 como IDS de saúde (que inclui saneamento básico), o Sudeste tem 0,83.

"O Norte é a região que menos evoluiu entre 1995 e 2006. A questão do esgoto é impressionante: até 2005, é como se tivesse regredido, e em 2006, se confirmou isso", disse à Reuters.

Onde a cobertura de coleta de esgoto ou de fossa séptica ligada à rede é inferior a 30 por cento, o BNDES atribuiu aos Estados nota zero nesse critério. E foram vários, segundo Ferreira.

O problema maior do país é a falta de sistema de esgotamento sanitário, que é de 57 por cento como média nacional, frente à distribuição de água, que atende 90 por cento da população. "As pessoas vivem em péssimas condições, mas o programa de vacinação no Brasil funciona bem, por isso, não se morre tanto", comentou.

O Nordeste também é uma região com IDS de saúde baixo (0,37), mas tem registrado avanços, e casos particulares são mencionados pelo pesquisador.   Continuação...