Prazo para eleição este ano no Iraque está se esgotando

domingo, 20 de julho de 2008 16:11 BRT
 

Por Waleed Ibrahim

BAGDÁ (Reuters) - A Comissão Eleitoral do Iraque disse neste domingo que está se esgotando o prazo para a realização de eleições nas províncias este ano, devido ao atraso do Parlamento em aprovar a legislação necessária para a votação.

O primeiro-ministro iraquiano, Nuri al-Maliki, fixou a data de 1 de outubro para as eleições provinciais, as quais vão dar importantes indícios de como os partidos se sairão nas eleições parlamentares, programadas para 2009, e que irão determinar se o próprio Maliki continuará no poder.

A Comissão Eleitoral enviou uma carta para ao Parlamento neste domingo, pedindo que se apresse a ratificar o esboço do projeto de lei, disse o chefe da comissão, Faraj al-Haidari, falando à Reuters por telefone.

"Depois da aprovação da lei, nós precisamos de pelo menos três meses para nos prepararmos, de modo a poder seguir os padrões internacionais", disse ele.

"Mesmo que a lei passe nos próximos dias, somente poderemos realizar a votação no fim do ano. Se houver qualquer outro atraso, não poderemos ter eleições este ano."

A lei estabelece os procedimentos para as eleições. Está previsto que o Parlamento se reúna novamente na segunda-feira para tentar aprovar a legislação, depois que na semana passada os deputados entraram em conflito sobre como realizar a votação na disputada cidade petrolífera de Kirkuk, no norte do país.

O presidente do Parlamento, Mahmoud al-Mashhadani, pediu aos parlamentares que aprovem o texto.

O governo norte-americano vê as eleições como vitais para reconciliar as divididas comunidades iraquianas, principalmente porque aumenta a participação dos árabes sunitas na política. A maioria dos árabes sunitas boicotou as últimas eleições locais, em janeiro de 2005.   Continuação...