Carro-bomba explode na capital da Síria e mata 17 pessoas

sábado, 27 de setembro de 2008 10:16 BRT
 

Por Marwan Makdessi

DAMASCO, 27 de setembro (Reuters) - A explosão de um carro-bomba próximo a um complexo de segurança em Damasco, a capital da Síria, neste sábado, matou 17 civis, e foi descrita como um ataque terrorista pelo ministro do Interior.

A explosão, na estrada para o principal aeroporto da cidade, foi o terceiro grande ataque no país neste ano.

A TV estatal disse que a explosão do carro-bomba com 220 quilos de explosivos foi um dos maiores ataques em Damasco desde a série de bombardeios no início dos anos 80 por militantes islâmicos.

Nenhum grupo assumiu a responsabilidade pelo bombardeio.

Ainda não foi descartada a hipótese de um ataque suicida, mas as declarações do ministro do Interior indicam que investigadores sírios suspeitam que militantes muçulmanos estejam envolvidos.

"Esse é definitivamente um ataque terrorista que ocorreu em uma área movimentada. É um ataque covarde", disse o ministro do Interior general Bassam Abdel Majeed na TV estatal.

Ele afirmou que 14 pessoas ficaram feridas no incidente, embora testemunhas digam que o número é bem maior.

A explosão no sul de Damasco ocorreu em um cruzamento movimentado a caminho do santuário Sit Zeinab, popular entre os peregrinos xiitas do Irã, Iraque e Líbano.   Continuação...