3 de Janeiro de 2008 / às 14:26 / 10 anos atrás

Ford diz que Tata é favorita para aquisição de marcas européias

Por Pete Harrison e Mathieu Robbins

LONDRES, 3 de janeiro (Reuters) - A montadora norte-americana de automóveis Ford Motor (F.N) afirmou na quinta-feira que o grupo indiano Tata Motors (TAMO.BO) é o favorito para a aquisição de suas marcas européias Jaguar e Land Rover.

“A Ford assumiu o compromisso de conduzir negociações mais detalhadas com a Tata Motors com respeito à potencial venda das operações combinadas da Jaguar e Land Rover”, disse Lewis Booth, vice-presidente executivo da Ford para a Europa.

“Continua a haver muito trabalho a realizar, e embora uma decisão final ainda não tenha sido tomada, levaremos adiante novas discussões substantivas com a Tata Motors, nas próximas semanas”, afirmou.

A Tata Motors, maior fabricante indiana de veículos, informou estar satisfeita com os avanços em suas negociações com a Ford.

“Até o momento, tivemos discussões positivas com a Ford sobre a possível aquisição da Jaguar/Land Rover, e estamos iniciando um período de negociações mais detalhadas e concentradas”, afirmou um porta-voz em comunicado.

“Estamos satisfeitos com o progresso obtido nas discussões até agora, e vemos de forma muito positiva as futuras perspectivas dessa transação”, diz o comunicado, acrescentando que as discussões em curso são complexas.

“Esperamos que ambas as partes consigam chegar a um acordo nas próximas semanas, ainda que estejamos falando de discussões complexas e que ainda reste muito trabalho a fazer antes que essa posição seja atingida”, afirmava o comunicado.

Uma fonte que conhece bem a questão disse à Reuters na manhã de quinta-feira que a Ford estava decidida a apontar a Tata Motors como favorita para a aquisição da Jaguar e Land Rover.

A Tata, em companhia da Mahindra & Mahindra (MAHM.BO) e do One Equity Partners, um fundo de capital privado norte-americano, surgiu em novembro como o último interessado remanescente na corrida pelas duas marcas de luxo.

Uma aquisição pela Tata representaria novo exemplo de grupo indiano adquirindo um alvo industrial importante na Europa. No ano passado, por exemplo, a Tata Steel (TISC.BO) adquiriu o grupo siderúrgico anglo-holandês Corus por 6,2 bilhões de libras (12,3 bilhões de dólares).

Reportagem adicional de Rina Chandran em Mumbai

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below