Foguete russo leva ao espaço primeiro astronauta da Malásia

quarta-feira, 10 de outubro de 2007 12:30 BRT
 

BAIKONUR, Cazaquistão (Reuters) - Um foguete russo Soyuz, com o primeiro astronauta da Malásia a bordo, xeique Muszaphar Shukor, uma astronauta norte-americana e um cosmonauta russo, partiu na quarta-feira rumo à Estação Espacial Internacional (ISS).

O foguete TMA-11 levantou vôo do Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, no horário previsto, às 17h22, horário de Moscou (10h22 em Brasília).

Nove minutos depois do lançamento, quando o foguete havia atingido uma altitude de cerca de 200 quilômetros, uma voz no controle da missão em Moscou anunciou: "A espaçonave TMA-11 está em órbita".

Os funcionários presentes no local cumprimentaram-se. Imagens ao vivo vindas de dentro do foguete, que se locomovia a uma velocidade de 8 quilômetros por segundo, mostraram a tripulação sentada calmamente e lendo seus registros de vôo.

Os tripulantes devem chegar na sexta-feira à ISS (uma instalação de 100 bilhões de dólares). Shukor viaja com a comandante norte-americana da Expedição-16 da ISS, astronauta Peggy Whitson, e com o cosmonauta russo Yuri Malenchenko. Os dois ficarão no espaço durante seis meses.

O malaio, que é cirurgião ortopedista e professor universitário em Kuala Lumpur, partirá da estação no dia 21 de outubro, junto com o atual comandante da ISS, o russo Fyodor Yurchikhin, e o engenheiro de vôo russo Oleg Kotov.

Um terceiro membro da atual tripulação da ISS, o engenheiro de vôo dos EUA Clay Anderson, continuará a bordo junto com a Expedição-16 e regressará à Terra em novembro, a bordo do ônibus espacial norte-americano Discovery.

Shukor é o primeiro muçulmano a ir ao espaço durante o mês sagrado do Ramadã. O astronauta foi selecionado entre 11 mil candidatos em meio a um acordo selado pela Malásia e pela Rússia como parte de um negócio envolvendo a compra de jatos russos pelos malaios no valor de 1 bilhão de dólares.

Segundo Shukor, o vôo representa "um grande passo" para a Malásia. E ele disse querer servir de inspiração para seu país da mesma forma como fez o russo Yuri Gagarin em 1961, quando se tornou o primeiro homem a viajar até o espaço.

 
<p>O astronauta malaio xeique Muszaphar Shukor posa para foto em confer&ecirc;ncia, no Cazaquiat&atilde;o. Photo by Denis Sinyakov</p>