ELEIÇÃO-De olho na Presidência, PSDB concorre em 11 capitais

sexta-feira, 1 de agosto de 2008 16:36 BRT
 

Por Fernando Exman

BRASÍLIA (Reuters) - Com candidatos em 11 capitais, o PSDB pretende usar as eleições municipais para reconquistar a Presidência da República em 2010. A estratégia do partido é aproveitar a campanha eleitoral deste ano para fortalecer a legenda, que terá papel essencial para garantir ao seu candidato a presidente o apoio necessário.

"Nas eleições presidenciais de 2006, os candidatos estavam acima dos partidos. Em 2010, os candidatos precisarão mais dos partidos para vencer, pois não há mais lideranças majoritárias", disse o presidente tucano, senador Sérgio Guerra (PE).

"Por exemplo, as bases de Geraldo Alckmin (candidato à Presidência há dois anos e atual candidato à prefeitura de São Paulo) eram fortes, mas não foram solidárias", complementou.

Os tucanos, que ocuparam a Presidência com Fernando Henrique Cardoso (1995-2002), perderam o Planalto para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas últimas duas eleições.

A primeira para o atual governador de São Paulo, José Serra, que pretende concorrer em 2010 se vencer a disputa interna com o também governador Aécio Neves (MG). Na segunda, em 2006, além de Lula ter tido a vantagem da reeleição, Alckmin sofreu com a desestruturação do apoio interno por ter disputado com Serra a indicação a candidato.

Em relação às capitais, nas eleições municipais de outubro, o partido quer, no mínimo, reeleger os prefeitos de Curitiba, Cuiabá e Teresina. Mas pretende também conquistar as prefeituras de cidades populosas, como São Paulo, além de Salvador.

Onde seus candidatos não estiverem bem colocados nas pesquisas de opinião, os tucanos querem, ainda assim, usar a campanha para melhorar a imagem do partido junto ao eleitorado.

"O nosso fator diferencial é a gestão", disse o secretário-geral do PSDB, deputado Rodrigo de Castro (MG). "As nossas três prefeituras de capitais são vitrines e serão exemplos de gestão para os outros candidatos."   Continuação...