McCain questiona posição dos democratas no Iraque

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008 20:37 BRST
 

Por Andy Sullivan

NORFOLK, Estados Unidos (Reuters) - Depois de praticamente assegurar sua indicação como candidato republicano à Presidência dos EUA, o senador John McCain voltou na sexta-feira suas baterias contra os aspirantes democratas, acusando-os de serem fracos em questões de segurança nacional e de terem uma estratégia para o Iraque que representaria a vitória da Al Qaeda.

As declarações levam a guerra do Iraque de volta ao epicentro da campanha presidencial, que passou semanas sendo travada em torno de temas econômicos.

Falando a jornalistas após participar de uma conferência sobre segurança em Norfolk, na Virgínia, onde fica uma importante base naval dos EUA, McCain acusou Hillary Clinton e Barack Obama de quererem marcar uma data para a retirada das tropas norte-americanas.

"Acredito que isso teria consequências catastróficas", disse o senador, que foi piloto da Marinha e prisioneiro de guerra no Vietnã. "Acredito que a Al Qaeda trombetearia ao mundo que derrotaram os Estados Unidos da América, e acredito, portanto, que iriam tentar nos seguir até aqui em casa."

Na opinião dele, os dois pré-candidatos democratas, que prometem uma rápida retirada das tropas do Iraque, têm uma "incompreensão fundamental" das questões em jogo, e não admitem o êxito da estratégia dos EUA para reduzir a violência.

"Eles se recusam até a admitir isso. Acho que esta será uma questão importante desta campanha", disse McCain, que defende uma grande expansão das Forças Armadas.

McCain venceu os principais Estados em disputa na "Superterça" desta semana, e logo em seguida seu rival Mitt Romney desistiu, o que deixa o caminho livre para a indicação do senador pelo partido governista.

No Estado de Washington (noroeste), onde fazem campanha para o "caucus" de sábado, Hillary e Obama reagiram às declarações de McCain, e cada um deles afirmou ser o mais preparado para bater o candidato republicano na eleição de novembro.   Continuação...

 
<p>O senador John McCain (de p&eacute;) voltou suas baterias contra os democratas, acusando-os de serem fracos em quest&otilde;es de seguran&ccedil;a nacional e de terem uma estrat&eacute;gia para o Iraque que representaria a vit&oacute;ria da Al Qaeda. Foto em Halethorpe, Maryland, 7 de fevereiro. Photo by Jonathan Ernst</p>