Paes pede Rio unido após eleição que dividiu cidade

domingo, 26 de outubro de 2008 10:40 BRST
 

RIO DE JANEIRO, 26 de outubro (Reuters) - Após votar na manhã deste domingo, o candidato do PMDB à prefeitura do Rio, Eduardo Paes, defendeu a unidade da cidade após a eleição, que polarizou a capital fluminense entre a candidatura do peemedebista e a de Fernando Gabeira (PV).

"O importante é que o Rio de Janeiro saia unido após a eleição. Esta é uma cidade que tem muitos contrastes e diferenças, mas é uma cidade que tem seu charme na união das diferenças", disse Paes a jornalistas.

"O Rio vai estar unido após a eleição, independente do que acontecer. Estou muito otimista", declarou o peemedebista, que votou acompanhado da mulher, Cristine, e dos filhos Isabela, 2 anos, e Bernardo, 4.

Segundo Paes, a campanha teve uma "virada" na última semana: "O candidato adversário estava com 4 ou 5 pontos na nossa frente e agora nós estamos na frente. Por mais que seja um empate técnico, é um empate técnico com uma leve vantagem. Tenho que ver com muito otimismo, mas vamos esperar o resultado das urnas."

Antes de votar, o candidato fez orações na Igreja da Penha, no bairro de mesmo nome, e na Igreja de São Jorge, em Quintino, ambas na Zona Norte.

Durante o dia, Paes percorrerá de carro vários pontos da cidade e, no final da tarde, pretende se recolher com a família em casa: "No final do dia, vou ficar em casa com a 'molecadinha', as crianças e esperar o resultado final."

De acordo com sondagem do Ibope, Paes tem 51 por cento das intenções de votos contra 49 por cento de Gabeira.

(Reportagem de Carla Marques; Edição de Eduardo Simões)