Nokia Siemens espera que erosão de preços continue

quinta-feira, 19 de junho de 2008 10:59 BRT
 

Por Jennifer Tan

CINGAPURA, 19 de junho (Reuters) - A fabricante de equipamentos de telecomunicação Nokia Siemens Networks [NSN.UL] anunciou na quinta-feira que não esperava que a competição feroz por contratos de equipamento para redes se atenuasse à medida que os concorrentes continuam a cortar preços.

"O mercado continua a ser altamente competitivo, e os fornecedores não estão obtendo lucros elevados", disse Christian Fredrikson, diretor da Nokia Siemens Networks na região Ásia Pacífico, em entrevista à Reuters.

"Existe erosão de preços o tempo todo, isso não está mudando de forma alguma."

Ericsson (ERICb.ST: Cotações), Nokia Siemens e Alcatel-Lucent ALUA.PA ALU.N são os principais concorrentes no mercado de equipamentos para redes de telecomunicações, mas seu predomínio vem sendo contestado cada vez mais por rivais chineses como a Huawei Technologies [HWT.UL] e a ZTE (0763.HK: Cotações) (000063.SZ: Cotações), nos últimos anos.

Com políticas de preço agressivas, a Huawei conquistou o quarto posto no mercado mundial de equipamentos para redes de telecomunicações, no trimestre janeiro-março, superando Nortel Networks NT.TO NT.N e Motorola MOT.N, de acordo com o grupo de pesquisa Dell'Oro.

A Ericsson havia previsto recentemente que o mercado melhoraria e que a disputa de preços provavelmente se reduziria um pouco.

Fredrikson disse que a Nokia Siemens não tenta competir apenas em termos de preço. A empresa já rejeitou diversas solicitações, no passado, porque seu foco é melhorar as margens de lucro e o fluxo de caixa.

"Nós nos comportamos de maneira racional o tempo todo -essa é a única forma de agir", ele acrescentou.

Cerca de 3,3 bilhões de pessoas no mundo estão hoje conectados por meio de celulares ou telefones fixos, e o total deve subir a cinco bilhões até 2015.

"Não chegaremos a esses cinco bilhões, não chegaremos às aldeias, se o preço não for acessível. Precisamos oferecer alternativas de negócios a preços acessíveis para uma ARPU abaixo dos dois dólares", disse Fredrikson, se referindo ao termo que o setor emprega para designar receita média por usuário.