"Armas enferrujadas" do Ocidente não derrotarão Irã--presidente

quarta-feira, 21 de novembro de 2007 13:51 BRST
 

TEERÃ (Reuters) - O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, disse nesta quarta-feira que as armas de seus adversários do Ocidente estão "enferrujadas" e que elas jamais derrotarão sua República Islâmica.

As declarações de Ahmadinejad, durante um ato na cidade de Ardebil, no nordeste do país, pareciam referir-se principalmente às sanções e outras ferramentas diplomáticas de pressão, em vez de armas propriamente ditas.

Os Estados Unidos acusam o Irã de tentar construir bombas atômicas, intenção que o Irã nega.

Os EUA dizem estar comprometidos a buscar uma solução diplomática para o impasse nuclear, mas não descartou uma ação militar.

"Os inimigos da nação iraniana ... não têm nenhuma esperança de vitória", disse o presidente. "As armas dos inimigos contra a nação iraniana estão enferrujadas e deficientes."

Potências ocidentais estão analisando a possibilidade de impor novas sanções contra o Irã.

"O governo americano precisa saber que está enfrentando uma nação unida e invencível", disse Ahmadinejad no discurso, que foi transmitido pela TV estatal.

(Reportagem de Reza Derakhshi)