Lugo toma posse com discurso contra a pobreza

sexta-feira, 15 de agosto de 2008 18:13 BRT
 

Por César Illiano e Daniela Desantis

ASSUNÇÃO (Reuters) - O ex-bispo Fernando Lugo tomou posse na sexta-feira como presidente do Paraguai, prometendo pôr em prática seus ideais socialistas para combater a pobreza e a corrupção.

A cerimônia marcou o fim de 61 anos de hegemonia política do conservador Partido Colorado. "Hoje termina um Paraguai exclusivo [dos ricos], um Paraguai segregacionista, um Paraguai com fama de corrupção. Hoje se inicia a história de um Paraguai cujas autoridades serão implacáveis com os ladrões do povo", disse o novo presidente, vestindo um traje típico e simples, após prestar juramento num palanque ao ar livre.

Lugo, de 57 anos, não costuma usar terno e gravata e habitualmente calça sandálias, uma reminiscência do estado clerical que ele deixou oficialmente há poucas semanas, por decreto do papa Bento 16, para poder assumir a presidência do país. Ele já havia se desligado do sacerdócio para se dedicar à política.

O agora ex-presidente Nicanor Duarte Frutos preferiu entregar a faixa presidencial ao Congresso, e não diretamente ao sucessor, o que fez com que ambos não se encontrassem -- apesar de não haver inimizade pessoal entre eles.

No pronunciamento que fez na praça do Congresso, diante do olhar dos colegas Luiz Inácio Lula da Silva e Cristina Kirchner (Argentina), Lugo pediu aos vizinhos que tenham "objetividade e solidariedade".

Uma das principais promessas de campanha de Lugo é renegociar o valor que Brasil e Argentina pagam pela energia gerada nas usinas binacionais de Itaipu e Yaciretá, respectivamente.

Apesar do discurso de esquerda, Lugo escolheu um ministério moderado e se mostrou disposto a abrir as estatais ao capital privado, num modelo misto de gestão, além de promover boas relações com os EUA.

A posse dele reuniu os principais dirigentes esquerdistas da região, como Hugo Chávez (Venezuela), Rafael Correa (Equador) e Evo Morales (Bolívia). Já os centro-direitistas Álvaro Uribe (Colômbia) e Alan García (Peru) preferiram enviar representantes.   Continuação...

 
<p>Lugo toma posse com discurso contra a pobreza. O ex-bispo Fernando Lugo tomou posse na sexta-feira como presidente do Paraguai, prometendo p&ocirc;r em pr&aacute;tica seus ideais socialistas para combater a pobreza e a corrup&ccedil;&atilde;o. 15 de agosto. Photo by Ivan Alvarado</p>