Acionista da Corel retira oferta para completar aquisição

segunda-feira, 18 de agosto de 2008 18:17 BRT
 

TORONTO (Reuters) - A produtora de software Corel anunciou nesta segunda-feira que sua acionista majoritária retirou a oferta de aquisição das ações restantes da empresa.

A empresa informou que a Corel Holdings, que já detém 69 por cento de seu capital e é controlada pelo grupo de private equity Vector Capital, retirou a oferta "para facilitar a busca pela Corel de alternativas que maximizem valor para todos os acionistas".

Caso tivesse sido concretizada, a oferta teria fechado o capital da Corel integralmente pela segunda vez em cinco anos.

No final de março, a Corel Holdings ofereceu 11 dólares por ação da empresa. Com 25,64 milhões de ações no final de julho, a proposta avaliaria a empresa em 282 milhões de dólares.

O número de ações da Corel em circulação é de apenas 7,4 milhões, de acordo com dados da Reuters.

As ações da Corel caíram 0,43 dólar, ou 4,6 por cento, para 9,01 dólares na Nasdaq nesta segunda-feira. Na bolsa de Toronto, a queda foi de 0,18 dólar canadense, ou quase dois por cento, para 9,43 dólares canadenses.

A Corel informou igualmente que um comitê especial do conselho havia sido dissolvido e que agora todos os conselheiros avaliarão as alternativas estratégicas abertas à empresa.

O grupo produz software como os programas CorelDraw, WordPerfect, WinZip e WinDVD, e chegou a ser uma empresa muito procurada no mercado antes de sofrer um sério revés com o estouro da bolha da tecnologia, no começo desta década.

Em seu site, a Vector informou que, no começo de 2003, a Corel vinha enfrentando dificuldades para sair do vermelho e que, em um esforço por atender às expectativas de Wall Street, os executivos haviam priorizado diversos projetos novos e dispendiosos, em lugar de investir nas linhas principais de produtos já estabelecidas.   Continuação...