ACM Neto declara apoio a candidato do PMDB em Salvador

sexta-feira, 10 de outubro de 2008 17:03 BRT
 

SALVADOR, 10 de outubro (Reuters) - O DEM decidiu apoiar João Henrique (PMDB) no segundo turno da eleição para prefeito de Salvador. O anúncio foi feito no início da tarde desta sexta-feira pelo candidato do DEM, ACM Neto, derrotado no primeiro turno, com 27 por cento dos votos.

No ato que marcou o anúncio oficial da adesão, o prefeito e candidato a reeleição João Henrique assinou um termo de compromisso entregue pelo DEM, no qual garante a inclusão em seu programa de governo de propostas apresentadas pelo partido no primeiro turno.

João Henrique lidera uma coligação formada por nove partidos (PMDB, PTB, PSC, PP, PDT, PHS, PSL, PRTB e PMN), e enfrenta no segundo turno o petista Walter Pinheiro, que reúne quatro partidos em sua aliançada (PT, PCdoB, PSB e PV).

O apoio do DEM a João Henrique não foi surpresa. O partido não tinha opção, já que são grandes as divergências ideológicas com o PT.

Na votação de domingo passado, João Henrique obteve 30,97 por cento dos votos, e Walter Pinheiro ficou com 30,06 por cento. A diferença entre os dois foi de 11.751 votos.

ACM Neto ficou em terceiro lugar e o PMDB espera atrair os eleitores que concederam ao DEM quase 27 por cento dos votos válidos.

Logo após o anúncio da aliança, ACM Neto e João Henrique afirmaram que o apoio é programático e não implica na concessão de cargos na administração municipal.

"Esta aliança está se dando sem qualquer tipo de pedido de cargos. Nós não negociamos. O prefeito tem que ter a liberdade para compor a sua equipe com os mais qualificados. Por isso, este acordo é programático, com propostas e idéias, e não com cargos", disse ACM Neto.

João Henrique ressaltou o impacto do apoio do DEM e de ACM Neton a sua candidatura. "O deputado ACM Neto teve oito partidos (o apoiando no primeiro turno). Então, são 17 partidos aliados. Eu creio que estamos agora com uma aliança muito forte", comentou.   Continuação...