Bush defende Nafta e pressiona por votação sobre Colômbia

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008 15:16 BRT
 

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos EUA, George W.Bush, criticou na quinta-feira os pré-candidatos democratas à sucessão dele por sugerirem que o país poderia desistir do Acordo de Livre Comércio da América do Norte (Nafta) e conclamou o Congresso a incentivar as exportações norte-americanas aprovando um acordo comercial com a Colômbia.

"Há vários agricultores e empresários, pequenos e grandes, que se beneficiam de ter um mercado em nossa vizinhança. A idéia da retirada unilateral de um tratado porque se tenta, como vocês sabem, conseguir popularidade não é uma idéia sensata", disse Bush, durante uma entrevista coletiva concedida na Casa Branca.

Durante um debate da campanha presidencial ocorrido no começo da semana em Ohio, a senadora Hillary Clinton e o senador Barack Obama, que disputam a vaga do Partido Democrata para a eleição presidencial de novembro, criticaram o Nafta.

Os dois afirmaram que os EUA poderiam descartar o tratado caso o México e o Canadá não aceitassem renegociar os termos do acordo para as áreas trabalhista, ambiental e financeira.

Os senadores democratas respondiam à opinião predominante em Ohio de que o Nafta, selado 14 anos atrás, é o responsável por grande parte do corte em postos de trabalho verificado na região, que realiza suas prévias democratas na terça-feira.

Essa disputa vem sendo apontada como fundamental para definir o candidato do partido à eleição de novembro.

Bush avisou que a retirada do pacto prejudicaria os agricultores e empresários norte-americanos que exportam cerca de 380 bilhões de dólares em mercadorias para o Canadá e o México todos os anos e afirmou que os EUA precisavam honrar seus compromissos comerciais.

Autoridades canadenses e mexicanas também se mostraram alarmadas com a idéia de renegociar o pacto.

"Seria como jogar uma chave de fenda dentro das engrenagens do motor da competitividade na América do Norte", afirmou Arturo Sarukha, embaixador mexicano nos EUA, ao jornal Financial Times.   Continuação...

 
<p>Bush defende Nafta e pressiona por vota&ccedil;&atilde;o sobre Col&ocirc;mbia. O presidente dos EUA, George W.Bush, criticou na quinta-feira os pr&eacute;-candidatos democratas &agrave; sucess&atilde;o dele por sugerirem que o pa&iacute;s poderia desistir do Nafta. 28 de fevereiro. Photo by Larry Downing</p>