Oposição declara vitória em eleição no Quênia

sábado, 29 de dezembro de 2007 12:19 BRST
 

Por Helen Nyambura-Mwaura e Katie Nguyen

NAIRÓBI (Reuters) - O partido de oposição no Quênia declarou vitória no sábado na votação para a Presidência, após os números oficiais darem ao seu candidato uma liderança de quatro pontos percentuais sobre o presidente Mwai Kibaki com três quartos dos votos apurados.

Atrasos no anúncio dos resultados geraram tensões étnicas na maior economia do leste africano, com jovens brigando, saqueando e queimando casas em redutos da oposição.

"Honorável Raila Odinga é o vencedor e o quarto presidente da República do Quênia", disse o vice-presidente do Movimento Democrático Laranja Musalia Mudavadi.

O partido de Kibaki, que esperava um segundo mandato de cinco anos, ridicularizou o anúncio e disse que esperaria pelo resultado da Comissão Eleitoral do Quênia.

Samuel Kivuitu, da Comissão Eleitoral, pediu cautela à oposição: "Quantas vezes nós encontramos pessoas na rua dizendo 'Esta loja é minha' e o homem não tem as calças?... Eu posso até anunciar que eu sou o presidente do Quênia. Isso vai me fazer o presidente do Quênia?"

Resultados oficiais, no entanto, mostram Odinga em direção à vitória.

A comissão eleitoral registrou 3,73 milhões de votos para ele, ou 49 por cento em 159 das 210 regiões. Kibaki estava com 45 por cento.

Odinga liderou a contagem no início, mas quando Kibaki começou a diminuir a diferença, a oposição disse temer fraude.   Continuação...