Turcos apóiam militares em data nacional; um soldado morre

segunda-feira, 29 de outubro de 2007 10:10 BRST
 

Por Ferit Demir

TUNCELI, Turquia (Reuters) - A Turquia celebrou nesta segunda-feira sua data nacional com uma colorida demonstração de apoio popular às forças armadas do país, no mesmo dia em que um soldado foi morto por uma mina terrestre deixada por rebeldes curdos.

A Turquia reúne cerca de 100 mil soldados -- além de tanques, canhões, helicópteros e aviões -- ao longo da sua montanhosa fronteira com o Iraque, preparando uma possível ofensiva em larga escala contra os rebeldes separatistas que usam a região como base.

"Estamos segurando a respiração, esperando a ordem para uma operação", disse um comandante perto da fronteira ao jornal liberal Radikal. Naquela região, os rebeldes mataram 12 soldados turcos em 21 de outubro.

Centenas de quilômetros ao norte da fronteira, na província turca de Tunceli, cerca de 8.000 soldados lutaram pelo segundo dia consecutivo contra mais militantes da guerrilha Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK). O Exército diz ter matado 20 militantes no domingo.

Um soldado morreu na madrugada de segunda-feira na explosão de uma mina, arma muito usada pelo PKK, que luta pelo estabelecimento de um Estado curdo no sudeste da Turquia.

Os EUA, aliados da Turquia na Otan, e o governo iraquiano pedem a Ancara que evite uma grande ação militar no norte iraquiano, uma região de maioria curda, pois temem que isso desestabilize toda a região.

O chanceler iraquiano, Hoshiyar Zebari, alertou na segunda-feira para as "desastrosas" consequências em toda a região, mas especialmente na Turquia e no Iraque, de uma eventual invasão turca. "Seria uma decisão unilateral, e por isso as pessoas resistem", disse Zebari à BBC.

Mas o governo turco, de centro-direita, está sob forte pressão interna para agir, depois de uma série de ataques mortais do PKK contra alvos turcos.   Continuação...

 
<p>Estudantes agitam bandeiras durante o desfile do Dia de Rep&uacute;blica, em Cizre, fronteira com o Iraque. A Turquia celebrou nesta segunda-feira sua data nacional com uma demonstra&ccedil;&atilde;o de apoio &agrave;s for&ccedil;as armadas do pa&iacute;s, no mesmo dia em que um soldado foi morto por uma mina terrestre deixada por rebeldes curdos. Photo by Osman Orsal</p>