Moda masculina anda devagar, mas xadrez deve ser hit do inverno

segunda-feira, 21 de janeiro de 2008 20:07 BRST
 

Por Fernanda Ezabella

SÃO PAULO (Reuters) - A moda masculina está longe de ter o mesmo ritmo frenético da moda feminina, mas algumas apostas dos estilistas do São Paulo Fashion Week podem renovar o armário dos homens para o outono-inverno, como as estampas em xadrez e as peças coloridas.

"Antes existia aquela série de normas de que a moda masculina era monótona, monocromática, sempre a mesma coisa", disse o editor de moda Lula Rodrigues, na sala de um desfile.

"E estou achando super legal que as coleções aqui estão mostrando que não é nada disso."

O SPFW, que termina nesta segunda-feira, tem apenas quatro desfiles unicamente masculinos --V.Rom, Mario Queiroz, Fause Haten e Alexandre Herchcovitch-- e alguns outros misturados com femininos, como Osklen, Zoomp, Ellus e Cavalera.

Entre editores de moda, o xadrez é unanimidade. Apareceu em praticamente todos os desfiles, incluindo o de Herchcovitch, nesta segunda-feira, que desfilou duas camisas xadrezas em meio a looks completamente pretos.

Adriana Bechara, editora da revista Vogue, é uma das que apostam no poder do xadrez. "A moda masculina não muda tanto quanto à moda feminina. Mas o xadrez é uma coisa que o brasileiro conhece bem, que vai ser fácil ver por ai", disse.

Rodrigues destacou os tecidos tecnológicos coloridos da Osklen e a estamparia de listras da V.Rom para uma moda mais jovem. As peças de alfaiataria em moletom são uma tendência que vem vindo de outras estações.

Para o guarda-roupa do homem mais formal, ele acredita no terno de dois botões.   Continuação...

 
<p>A moda masculina est&aacute; longe de ter o mesmo ritmo fren&eacute;tico da moda feminina, mas algumas apostas dos estilistas do S&atilde;o Paulo Fashion Week podem renovar o arm&aacute;rio dos homens para o outono-inverno, como as estampas em xadrez e as pe&ccedil;as coloridas. Photo by Paulo Whitaker</p>