Briga entre Obama e McCain esquenta no último mês de campanha

sábado, 4 de outubro de 2008 18:24 BRT
 

Por Mark Egan

NEWPORT NEWS, Estados Unidos, 4 de outubro (Reuters) - A campanha do candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos, John McCain, chamou seu oponente democrata, Barack Obama, de mentiroso neste sábado à medida em que os dois lados trocam farpas sobre a reforma do sistema de saúde do país.

Depois de uma semana na qual as negociações sobre um pacote de auxílio financeiro no valor de 700 bilhões de dólares dominou a campanha, Obama usou um comício na Virginia para reforçar o discurso político sobre o sistema de saúde.

A questão do seguro saúde é emotiva para os eleitores antes do pleito de 4 de novembro. Cerca de 45 milhões de norte-americanos vivem sem cobertura e outros estão preocupados em perder a sua caso fiquem desempregados por conta da desaceleração econômica.

"Quando você lê os pormenores, fica claro que John McCain está forçando o velho jogo de isca de Washington. É m jogo de carapaça", disse Obama sobre o plano de McCain de reforma no seguro saúde.

"Ele lhe dá um crédito de impostos com uma mão, mas aumenta seus impostos com a outra", disse o senador por Illlinois para uma multidão de 18 mil simpatizantes.

A campanha de McCain contra-atacou Obama chamando-o de mentiroso.

"Barack Obama está mentindo para os eleitores", afirmou o porta-voz de McCain Tucker Bounds em comunicado. "É uma mentira deslavada."

Ambas as campanhas afirmam que irão melhorar o acesso ao seguro saúde e tornar os cuidados mais arcáveis. No sábado as duas campanhas talharam o plano do oponente de "radical".   Continuação...