Hillary leva vantagem por ser famosa, diz Obama

terça-feira, 29 de janeiro de 2008 22:46 BRST
 

Por Jeff Mason

EL DORADO, Estados Unidos (Reuters) - O pré-candidato democrata à Presidência dos EUA Barack Obama disse na terça-feira que sua rival Hillary Clinton leva vantagem na disputa por ser mais famosa.

A caminho do Kansas, um Estado tradicionalmente republicano, mas onde nasceu sua avó, Obama disse que sua adversária, senadora por Nova York e ex-primeira-dama dos EUA, chega com vantagem à "superterça", quando mais de 20 Estados realizam suas eleições primárias, por ser mais conhecida.

"Não há dúvida de que a senadora Clinton tem uma grande vantagem nos Estados de 5 de fevereiro", disse ele no trajeto entre Washington e o Kansas, onde fez campanha para a "superterça".

"Ela é muito mais conhecida, e, vocês sabem, eu ainda estou sendo apresentado a muitos eleitores casuais em outros Estados", afirmou.

Obama, Hillary e o ex-senador John Edwards dedicaram muitos dias à campanha em Iowa e New Hampshire, primeiros Estados a realizarem a indicação partidária. Em seguida, porém, tiveram de se dividir entre os vários Estados --inclusive o Kansas-- que votam na terça-feira de Carnaval.

David Plouffe, chefe da campanha de Obama, disse que o senador está bem posicionado nos Estados da "superterça", mantendo anúncios de rádio e TV em todos eles, exceto Illinois, o Estado natal do senador, onde sua vitória é dada como fato consumado.

No Kansas, Obama enfatizou seus laços familiares com o Estado e recebeu o apoio da popular governadora democrata, Kathleen Sebelius, que apresentou pela TV nacionalmente uma resposta ao discurso do Estado da União proferido pelo presidente George W. Bush na segunda-feira ao Congresso.

"Somos uma família", disse Obama, muito aplaudido num ginásio lotado de El Dorado. Foi a primeira vez que ele visitou a cidade natal de seu avô materno. A família do seu pai é originária do Quênia.   Continuação...