30 de Janeiro de 2008 / às 00:44 / 10 anos atrás

Hillary leva vantagem por ser famosa, diz Obama

Por Jeff Mason

EL DORADO, Estados Unidos (Reuters) - O pré-candidato democrata à Presidência dos EUA Barack Obama disse na terça-feira que sua rival Hillary Clinton leva vantagem na disputa por ser mais famosa.

A caminho do Kansas, um Estado tradicionalmente republicano, mas onde nasceu sua avó, Obama disse que sua adversária, senadora por Nova York e ex-primeira-dama dos EUA, chega com vantagem à "superterça", quando mais de 20 Estados realizam suas eleições primárias, por ser mais conhecida.

"Não há dúvida de que a senadora Clinton tem uma grande vantagem nos Estados de 5 de fevereiro", disse ele no trajeto entre Washington e o Kansas, onde fez campanha para a "superterça".

"Ela é muito mais conhecida, e, vocês sabem, eu ainda estou sendo apresentado a muitos eleitores casuais em outros Estados", afirmou.

Obama, Hillary e o ex-senador John Edwards dedicaram muitos dias à campanha em Iowa e New Hampshire, primeiros Estados a realizarem a indicação partidária. Em seguida, porém, tiveram de se dividir entre os vários Estados --inclusive o Kansas-- que votam na terça-feira de Carnaval.

David Plouffe, chefe da campanha de Obama, disse que o senador está bem posicionado nos Estados da "superterça", mantendo anúncios de rádio e TV em todos eles, exceto Illinois, o Estado natal do senador, onde sua vitória é dada como fato consumado.

No Kansas, Obama enfatizou seus laços familiares com o Estado e recebeu o apoio da popular governadora democrata, Kathleen Sebelius, que apresentou pela TV nacionalmente uma resposta ao discurso do Estado da União proferido pelo presidente George W. Bush na segunda-feira ao Congresso.

"Somos uma família", disse Obama, muito aplaudido num ginásio lotado de El Dorado. Foi a primeira vez que ele visitou a cidade natal de seu avô materno. A família do seu pai é originária do Quênia.

Com relação à economia, principal tema desta campanha, Obama se disse mais confiável do que Hillary, que por sua vez se diz a candidata mais qualificada para evitar uma recessão.

"Acho que podem confiar em mim porque passei a vida tentando trazer justiça econômica e equidade ao nosso país", disse Obama a jornalistas.

"Todos nós temos acesso aos mesmos especialistas. Mesmo os que apóiam Hillary, como (o ex-secretário do Tesouro) Bob Rubin, são meus amigos. (O bilionário investidor) Warren Buffet apóia nós dois."

Obama negou que tenha esnobado Hillary antes do discurso de Bush no Congresso. "A senadora Clinton e eu temos relações muito cordiais dentro e fora do plenário. Acenei para ela quando estava entrando no plenário do Senado."

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below