Bush cita Coréia do Norte como exemplo para o Irã

quarta-feira, 3 de outubro de 2007 17:43 BRT
 

Por Caren Bohan

LANCASTER, Estados Unidos (Reuters) - O presidente norte-americano, George W. Bush, apontou na quarta-feira a Coréia do Norte como possível modelo para a solução da questão nuclear iraniana e reafirmou sua oferta de diálogo caso Teerã abandone o enriquecimento de urânio.

A Coréia do Norte aceitou na quarta-feira desativar seu principal reator nuclear e apresentar um inventário completo de todas as suas atividades atômicas até o final deste ano, cumprindo sua parte num acordo internacional que prevê também o envio de ajuda humanitária e concessões políticas.

Respondendo a uma pergunta sobre o Irã na Câmara de Comércio de Lancaster, na Pensilvânia, Bush disse que a situação da Coréia do Norte serviria como "estudo de caso" para a República Islâmica.

"Negociações só por negociações frequentemente enviam sinais errados. Negociações para obter consequências valem a pena", afirmou, defendendo que a comunidade internacional mantenha a pressão sobre o Irã, como ocorreu em relação à Coréia do Norte.

Washington sempre rejeitou negociações diretas com Pyongyang, preferindo em vez disso o fórum de seis partes --EUA, China, Rússia, Japão e as duas Coréias--, que funcionou de forma intermitente até alcançar resultados.

Analistas dizem, porém, que os EUA teriam menos capacidade de pressão sobre o Irã, que é um grande produtor de petróleo, do que sobre a Coréia do Norte, um país miserável e isolado, coagido a aceitar o desarmamento nuclear em troca do combustível de que necessita desesperadamente.

Ao contrário da Coréia do Norte, que testou armas nucleares e admitiu isso publicamente, o Irã afirma que seu programa nuclear é voltado apenas para a geração de eletricidade com fins civis.

Bush, que defende uma terceira rodada de sanções da ONU ao programa nuclear iraniano, insiste na sua intenção de resolver o impasse diplomaticamente, mas não descarta uma ação nuclear e admite que os progressos serão difíceis.   Continuação...