Marta mostra vídeo de Kassab furioso no último programa de TV

sexta-feira, 24 de outubro de 2008 21:44 BRST
 

SÃO PAULO, 24 de outubro (Reuters) - A candidata do PT à prefeitura de São Paulo, Marta Suplicy, exibiu nesta sexta-feira, no último programa do horário eleitoral gratuito na TV, um vídeo antigo no qual o prefeito Gilberto Kassab (DEM), favorito para a votação de domingo, xinga um homem de vagabundo em um hospital da zona oeste da cidade, em 2007.

Na gravação, Kassab, bastante alterado, chama um senhor de vagabundo por fazer barulho em uma unidade de saúde. O homem sai chorando enquanto ouve os gritos do prefeito.

A campanha da petista cogitava usar as imagens desde o início da disputa em São Paulo, mas só o utilizou horas antes do debate entre os candidatos na TV Globo, no fim da noite.

"O prefeito às vezes quer ser simpaticão, boa-praça e até beijoqueiro. Mas às vezes não consegue", diz um narrador antes de serem exibidas imagens de Kassab empurrando o homem.

A propaganda da petista insistiu na ligação entre Kassab e os ex-prefeitos Paulo Maluf e Celso Pitta, que contam com ampla rejeição no eleitorado, e mostrou declarações de apoio de celebridades, políticos petistas, do governador da Bahia, Jaques Wagner, e do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Wagner, cuja eleição afastou o grupo do falecido senador Antônio Carlos Magalhães do governo baiano, citou o partido do atual prefeito como PFL, antigo nome dos Democratas, e disse que Marta representa o avanço, ao contrário de Kassab.

O prefeito-candidato ignorou Marta em seu programa final. Evitou críticas à gestão anterior, mostrou eleitores e propagandeou ações da gestão que dividiu com o governador paulista, José Serra (PSDB), de quem foi vice. Kassab repetiu a promessa de fazer uma administração acima dos partidos, dizendo que vestiu "a camisa da cidade."

(Texto de Maurício Savarese, Edição de Mair Pena Neto)