Queda na violência traz iraquianos de volta--Crescente Vermelho

sexta-feira, 4 de janeiro de 2008 15:15 BRST
 

Por Aseel Kami

BAGDÁ (Reuters) - Cerca de 46 mil refugiados voltaram da Síria para o Iraque entre setembro e dezembro de 2007, afirmou o Crescente Vermelho iraquiano num relatório obtido na sexta-feira. O número da organização, que equivale à Cruz Vermelha é bem menor que o fornecido pelo governo do Iraque.

O número exato de iraquianos que voltaram para o país depois de terem fugido da violência (2,2 milhões, no total) é tema de debate entre grupos assistenciais, as forças norte-americanas e o governo iraquiano.

O relatório do Crescente Vermelho, que deve ser publicado no domingo, diz que 45,9 mil refugiados voltaram da Síria para o Iraque entre 15 de setembro e 27 de dezembro. O total baseia-se em estatísticas oficiais e das empresas de transporte.

A maioria, cerca de 38 mil pessoas, voltou para Bagdá, o epicentro da violência entre a maioria xiita e a minoria sunita. Os confrontos entre os dois grupos mataram dezenas de milhares de pessoas e redefiniram o mapa demográfico da capital.

Segundo o levantamento, a Síria ainda abriga entre 1,5 milhão e 2 milhões de iraquianos refugiados, enquanto a Jordânia abriga 750 mil.

Em novembro, o ministro Abdul Samad Sultan, responsável pela migração, disse à Reuters que cerca de 1.600 pessoas estavam voltando por dia ao Iraque. Já o general de brigada Qassim Moussawi, porta-voz da segurança em Bagdá, afirmou que só em outubro 46 mil pessoas tinham retornado.

O principal comandante dos EUA no Iraque, o general David Petraeus, disse no fim de semana que os norte-americanos tinham investigado os vários números, mas que não haviam chegado a uma conclusão. "Não acreditamos que os ministérios relevantes tenham um banco de dados completo", disse ele, acrescentando que os números do Crescente Vermelho também não são tão sólidos.

Qualquer que seja o número correto, o fato é que os iraquianos estão voltando para a casa com a redução da violência observada no segundo semestre de 2007.