Venezuela lança US$ 500 mi em títulos, metade em dívida externa

terça-feira, 20 de novembro de 2007 20:04 BRST
 

Por Ana Isabel Martinez

CARACAS, 20 de novembro (Reuters) - A Venezuela emitiu na terça-feira 500 milhões de dólares em títulos públicos, sendo metade em papéis da dívida externa com vencimento em 2038, e o resto em dois lotes de títulos internos e prazo mais curto.

O lançamento foi batizado pelo Ministério da Fazenda de "Venezuelano 2" --uma primeira emissão de formato similar, no começo do mês, foi de 1,65 bilhão de dólares.

O título da dívida externa tem a mesma taxa de juros do título anterior, 7 por cento, segundo o Ministério. Para os títulos da dívida interna, com vencimento em 2013 e 14, os juros são de 10,37 por cento.

A Venezuela pretende fazer esses lançamentos combinados até março. O governo usa as vendas para controlar o excesso de liquidez numa economia que tem rígidos controles cambiais e elevados gastos públicos, graças à excepcional arrecadação petrolífera.

Investidores locais são atraídos para esses títulos porque eles dão acesso a investimentos em dólar, criando uma demanda que permite ao governo oferecer a dívida a um preço especial.

A nova emissão chegou a atrair ofertas de um ágio de 36 por cento para os títulos.

O governo também espera que o lançamento atenue a pressão sobre o bolívar (moeda local) no mercado paralelo, onde a cotação do dólar é aproximadamente o triplo da oficial, segundo economistas.

Emissões anteriores reduziram o ritmo de depreciação do bolívar nesse mercado, mas a tendência geral de desvalorização da moeda nacional persiste, alimentando a inflação mais alta da América Latina, segundo os economistas.