Colômbia quer equilibrar balança comercial com investimentos

sábado, 19 de julho de 2008 17:43 BRT
 

Por Nelson Bocanegra

BOGOTÁ (Reuters) - A Colômbia procura reduzir seu déficit comercial com o Brasil atraindo mais investimentos da maior economia da América Latina, anunciou no sábado o ministro do Comércio colombiano, Luis Guillermo Plata.

As declarações foram feitas durante a visita a Bogotá do presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, de vários ministros do país e empresários interessados em investir em indústrias colombianas.

Segundo Plata, a maior dificuldade comercial entre Brasil e Colômbia deve-se ao fato de serem economias mais concorrentes do que complementares, pela semelhança da produção com setores como calçados, confecções, café e frutas tropicais.

"É difícil, quando temos estruturas de produção muito similares, para equilibrar a balança comercial", afirmou Plata a jornalistas.

A Colômbia divulgou um saldo negativo de 1,821 milhão de dólares em 2007 em sua balança comercial com o Brasil, devido às importações de 2,250 milhões de dólares e exportações de apenas 429 milhões.

O ministro brasileiro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge, ressaltou que há oportunidades de negócios para ambas as partes em setores como o industrial e o de petróleo, assim como a necessidade cobrir a ampla margem comercial.

"Temos muitas possibilidades de financiar projetos de investimentos de empresas colombianas no Brasil", disse.

"Vamos trabalhar muito para que haja um certo equilíbrio na balança porque há muito a ser feito", adicionou.   Continuação...