26 de Junho de 2008 / às 12:24 / 9 anos atrás

Obama deseja candidato a vice que ofereça bons conselhos

Por Caren Bohan

CHICAGO (Reuters) - O candidato do Partido Democrata à Presidência dos EUA, Barack Obama, disse na quarta-feira que seu companheiro de chapa teria de ser alguém capaz de oferecer bons conselhos e “dizer-me em que pontos ele ou ela pensa que estou errado”.

Obama mantém sob rígido controle a busca pelo seu candidato a vice-presidente.

O democrata escolheu Caroline Kennedy, filha do ex-presidente John F. Kennedy, e o ex-vice-procurador-geral do país Eric Holder para ajudá-lo a direcionar a busca. Dentro de seu comitê de campanha, apenas um pequeno círculo de assessores realizam consultas com ele a respeito do assunto.

Muitos analistas políticos acreditam que Obama, 46, senador pelo Estado de Illinois, pode optar por alguém com bastante experiência em questões de política internacional a fim de dar mais peso a sua candidatura.

O democrata participará das eleições de novembro enfrentando o senador republicano John McCain, um herói da Guerra do Vietnã e ex-prisioneiro de guerra que, dentro do Congresso norte-americano, possui uma atuação destacada em questões de segurança nacional.

Obama disse que, em primeiro lugar, seria preciso encontrar alguém apto a assumir o comando do país imediatamente caso isso fosse necessário.

“Eu quero alguém que possa ser um bom presidente se algo acontecer comigo,” disse o democrata em uma entrevista coletiva realizada em Chicago.

“Quero alguém que possa ser um bom conselheiro e que possa aconselhar-me e dizer-me em que pontos ele ou ela acredita que estou cometendo erros. E isso não apenas sobre a política nacional de segurança, mas sobre as questões de política doméstica também.”

Entre os nomes citados como prováveis parceiros de chapa de Obama estão o senador pelo Estado da Virgínia Jim Webb, um veterano da Guerra do Vietnã e ex-secretário da Marinha, Kathleen Sebelius, governadora do Kansas, o senador por Indiana Evan Bayh e a ex-rival de Obama nas prévias democratas, Hillary Clinton.

Alguns dos aliados de Hillary acreditam que Obama deveria escolhê-la para criar a “chapa dos sonhos”, algo capaz de provocar entusiasmo nas bases de apoio aos dois democratas.

O evento de campanha a ser realizado na sexta-feira em Unity (New Hampshire) por Hillary e Obama deve alimentar ainda mais os boatos sobre ambos dividirem a mesma chapa.

Muitos analistas, no entanto, acreditam que Hillary, uma ex-primeira-dama imediatamente associada à Presidência do marido dela, Bill Clinton, seria uma escolha improvável para Obama, que faz campanha defendendo a realização de mudanças nos EUA.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below