El País será relançado como jornal internacional em espanhol

terça-feira, 16 de outubro de 2007 11:35 BRST
 

MADRI (Reuters) - O jornal El País, carro-chefe do grupo espanhol Prisa, será relançado no próximo fim de semana, deixando de ser uma publicação espanhola independente para tornar-se um jornal internacional em língua espanhola.

"Mudamos o projeto do jornal para alterar seu conteúdo", disse na terça-feira Javier Moreno, diretor de redação do El País, em um encontro com jornalistas estrangeiros.

O El País, principal veículo impresso do Prisa e o jornal mais vendido da Espanha, sai com cerca de 430 mil exemplares de segunda-feira a sábado e com mais de 700 mil no domingo.

Nesse setor, o principal adversário já não são mais os outros jornais, mas a Internet, que em muitos casos oferece o mesmo conteúdo de forma mais rápida e gratuita.

O El País, por exemplo, conta com algo entre 700 mil e 800 mil leitores diários via Internet, diante de algo calculado em cerca de 2 milhões de leitores diários do jornal em papel.

"Há uma nova geração que se sente mais à vontade com a tela do que com o papel", afirmou Moreno.

Segundo o diretor de redação, o jornal sofrerá mudanças, passando a usar mais imagens e dando mais espaço a reportagens investigativas, "em detrimento da boataria política e das entrevistas coletivas".

"A mudança não terá por objetivo aumentar a vendagem do jornal, mas vender um jornal melhor."

Moreno, no entanto, reconheceu que, no médio prazo, o El País pretende aumentar suas vendas na América Latina depois de ser relançado como com jornal global.

Atualmente, vendem-se 40 mil exemplares do periódico fora da Espanha.

O relançamento do El País acontece junto com uma manobra semelhante realizada na semana passada pelo La Vanguardia e com o aparecimento do jornal Público, do grupo catalão Mediapro.