Presidente do Haiti indica amigo para primeiro-ministro

segunda-feira, 26 de maio de 2008 10:23 BRT
 

Por Joseph Guyler Delva

PORTO PRÍNCIPE (Reuters) - O presidente do Haiti, René Préval, nomeou no domingo seu amigo e assessor Robert Manuel para o cargo de primeiro-ministro.

A indicação foi feita no final da noite, durante reunião com os presidentes do Senado e da Câmara. O Parlamento ainda precisa aprovar a indicação de Manuel, cujo antecessor foi derrubado em abril, na esteira dos protestos contra o aumento no preço dos alimentos.

Esses distúrbios começaram em Les Cayes (sul) e depois se espalharam por todo o país, provocando pelo menos seis mortes e afetando o processo de restauração da democracia no Haiti.

Logo depois dos protestos, o Senado demitiu o primeiro-ministro Jacques Edouard Alexis. Em 12 de maio, a Câmara rejeitou a nomeação de Ericq Pierre, ex-consultor do Banco Interamericano de Desenvolvimento, por 51 a 35 votos. Deputados contrários a ele disseram que Pierre não havia conseguido provar ser descendente de haitianos natos, uma exigência constitucional.

Manuel, um arquiteto de 55 anos, foi secretário de Segurança Pública durante parte do primeiro mandato de Préval como presidente (1996-2001) e atuou como coordenador da campanha dele na eleição de 2006. É considerado um especialista em questões de segurança.

"Acredito que precisamos cooperar para mudar este pais, e quero dar minha contribuição", disse ele à Reuters depois da indicação.

O Congresso deve começar na segunda-feira a debater a nova indicação. "A Coalizão de Parlamentares pelo Progresso marcou uma reunião para amanhã (segunda-feira) a fim de determinar sua posição", disse um porta-voz desse grupo parlamentar, que ajudou a derrubar a indicação de Pierre, no domingo.