Comunidade Andina debate volta da Venezuela, diz boliviano

segunda-feira, 5 de novembro de 2007 19:54 BRST
 

LA PAZ (Reuters) - Os presidentes da Comunidade Andina de Nações (CAN) se reúnem nesta semana em Santiago para considerar o possível retorno da Venezuela ao grupo, disse na segunda-feira o chanceler boliviano, David Choquehuanca.

O encontro ocorrerá como atividade paralela à Cúpula Ibero-Americana, que reunirá mais de 20 chefes de Estado e governo entre os dias 8 e 10 de novembro em Santiago, disse o ministro a jornalistas.

"Aproveitando essa cúpula haverá uma reunião do Conselho Presidencial Andino para tratar do retorno da Venezuela à CAN", afirmou, sem dar mais detalhes. Todos os presidentes hoje pertencentes à CAN confirmaram presença no Chile.

A CAN atualmente é formada por Bolívia, Colômbia, Equador e Peru, além do Chile, sócio não-pleno desde junho.

No começo de 2006, a Venezuela abandonou a CAN em protesto contra os acordos de livre-comércio assinados separadamente por Colômbia e Peru com os Estados Unidos.

Em seguida, Caracas anunciou sua adesão ao Mercosul, que ainda depende do aval dos Congressos do Brasil e do Paraguai.

Mas, com a chegada do esquerdista Rafael Correa à presidência do Equador, a CAN parece ter ampliado suas possibilidades de retorno da Venezuela.

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, é um firme aliado de Correa e do presidente boliviano, Evo Morales.

(Por Carlos Alberto Quiroga)