Cúpula da Opep diz que oferta de petróleo é "adequada"

domingo, 18 de novembro de 2007 16:02 BRST
 

Por Simon Webb e Andrew Hammond

RIAD (Reuters) - Os chefes de Estado da Opep prometeram fornecer suprimentos de petróleo "adequados, em tempo e suficientes" ao mercado no final de uma reunião de cúpula em Riad mo domingo, mas não mencionaram a baixa do dólar, apesar da insistência de alguns líderes quanto à moeda norte-americana.

"Afirmamos nosso compromisso... de continuar a fornecer petróleo para o mercado mundial de modo adequado, no tempo certo e quantia suficiente", diz a declaração divulgada ao fim da cúpula.

O ministro do Petróleo saudita, Ali al-Naimi, disse em entrevista a jornalistas: "As flutuações no mercado não tem nada a ver com a Opep", acrescentando que há muitos outros fatores afetando os preços do petróleo.

O grupo também defendeu mais ações para combater a pobreza e expressou apreensão com a mudança climática mundial.

O apoio da Opep ao combate à mudança climática materializou-se com a oferta de 150 milhões de dólares cada pelo Kuwait, Emirados Árabes Unidos e Qatar para a pesquisa sobre mudança climática e ambiente. A Arábia Saudita anunciou que doará 300 milhões de dólares.

Os outros líderes não fizeram ofertas semelhantes.

"Não vamos nos comprometer com nada. Não sabemos qual é a proposta", disse o ministro de Energia da Argélia, Chakib Khelil.

O presidente de esquerda do Equador, Rafael Correa, disse a jornalistas no domingo que os países mais ricos do mundo deveriam pagar para a proteção do ambiente nos países mais pobres. Ele propôs uma taxa especial para os países consumidores de petróleo voltada para o financiamento da proteção ambiental, com a Opep supervisionando os gastos.   Continuação...