Premiê do Peru diz que colocará seu cargo à disposição

terça-feira, 18 de dezembro de 2007 13:09 BRST
 

LIMA (Reuters) - O primeiro-ministro do Peru, Jorge del Castillo, disse nesta terça-feira que colocará seu cargo à disposição do presidente do país, Alan García, após ser criticado duramente por dizer que privilegiaria, com programas sociais, as regiões que o apoiaram nas últimas eleições.

Del Castillo, que pertence ao partido do governo, ocupa o cargo de presidente do Conselho de Ministros desde que García subiu ao poder, em julho de 2006, e é considerado o aliado mais fiel do mandatário.

"Mandarei uma carta ao presidente da República, que já preparei, e vou colocar meu cargo à disposição. Ele decidirá meu destino. Não quero ser saco de pancada de ninguém", afirmou Del Castillo à rádio peruana RPP.

No Peru, os ministros costumam colocar seus cargos à disposição do presidente em julho e em dezembro, permitindo ao líder do país que realize mudanças no gabinete de governo quando as considerar necessárias.

"Ponto final. Meu cargo está aí. O presidente decidirá. E isso pode servir de oportunidade para que o gabinete de governo seja reformado", acrescentou o primeiro-ministro.

Del Castillo pediu desculpas às pessoas que se sentiram ofendidas com as declarações dele. Parlamentares da oposição criticaram duramente o premiê e ameaçaram apresentar uma acusação formal contra ele.

(Reportagem de María Luisa Palomino)