Governo dos EUA assume Fannie Mae e Freddie Mac

domingo, 7 de setembro de 2008 17:52 BRT
 

Por Glenn Somerville

WASHINGTON (Reuters) - O governo dos Estados Unidos assumiu o controle no domingo das companhias de crédito financeiro imobiliário Fannie Mae e Freddie Mac, dando início ao que pode ser o maior resgate financeiro federal da história, em uma medida que visa sustentar o mercado imobiliário dos EUA e afastar maiores turbulências do mercado financeiro mundial.

O governo norte-americano acredita que as grandes perdas dessas empresas, que devem ou garantiram quase metade das dívidas de 12 trilhões de dólares de hipotecas do país, estariam ameaçando a vitalidade do país, em uma época em que outras fontes de financiamento imobiliário se tornaram escassas.

"Nossa economia e nossos mercados não se recuperarão até que essa correção do mercado de habitação seja realizada", disse o secretário do Tesouro (equivalente ao ministro das Finanças) em uma entrevista à imprensa. "A Fannie Mae e a Freddie Mac são cruciais para uma virada na (crise de) habitação".

As duas empresas, que têm capital aberto, mas também servem a uma missão do governo de oferecer habitação, foram colocadas sob tutela do Estado, o que permite que suas ações continuem a ser negociadas, mas deixam os acionistas comuns em último lugar no caso de demandas.

Os mais altos executivos das empresas perderam sua posição. O executivo-chefe da Freddie Mac, Richard Syron, e o executivo-chefe da Fannie Mae, Daniel Mudd, foram substituídos por David Moffett, um alto executivo do US Bancorp, e Herb Allison, antes na Merrill Lynch e no fundo de pensões TIAA-CREF.

Além disso, o Tesouro terá controle acionário imediato de 1 bilhão de dólares em cada empresa, na forma de ações preferenciais e, se necessário, poderá injetar até 100 bilhões de dólares em cada empresa.

As ações preferenciais do governo terão um valor maior do que as ações atuais, preferenciais ou comuns, e terão garantias que darão ao governo uma fatia de 79,9 por cento da empresas.

O Tesouro também desenvolveu um programa sob o qual comprará títulos garantidos por hipotecas atualmente nas mãos da Fannie Mae e da Freddie Mac, para injetar novo capital no mercado de hipotecas. Essa medida será tomada no fim deste mês, e o governo terá autoridade para realizar essas aquisições até 31 de dezembro de 2009.   Continuação...

 
<p>O governo dos Estados Unidos assumiu o controle no domingo das companhias de cr&eacute;dito financeiro imobili&aacute;rio Fannie Mae e Freddie Mac, dando in&iacute;cio ao que pode ser o maior resgate financeiro federal da hist&oacute;ria. Photo by Jason Reed</p>