Ex-negociador iraniano participará de negociações em Roma

domingo, 21 de outubro de 2007 11:35 BRST
 

Por Edmund Blair

TEERÃ (Reuters) - Ali Larijani, que renunciou ao posto de negociador nuclear chefe do Irã, e seu substituto participarão de conversações com Javier Solana, da União Européia, para tentar desfazer um desentendimento com o Ocidente, disse no domingo o Ministério do Exterior iraniano.

A renúncia de Larijani foi anunciada no sábado e, segundo analistas, expôs uma divergência de Larijani com o presidente Mahmoud Ahmadinejad em torno de como enfrentar a pressão do Ocidente, que acusa a República Islâmica de tentar produzir bombas atômicas. Teerã nega que seja essa sua intenção.

Analistas disseram que a mudança de negociador vai fortalecer a linha dura do presidente. Um diplomata foi cauteloso sobre a indicação de Saeed Jalili, aliado do presidente, como novo negociador, dizendo que ele "se especializa no monólogo", não no diálogo.

Larijani tinha programada uma visita a Roma na terça-feira para reunir-se com Javier Solana, o chefe da política externa da UE que representa seis potências mundiais, na tentativa de resolver o impasse nuclear.

O porta-voz do Ministério do Exterior Ali Hosseini disse que Larijani e Jalili, que é vice-ministro do Exterior, vão participar da reunião, mas não está claro se ambos irão a outras reuniões futuras.

Analistas iranianos disseram que a presença de Larijani pode ser parte de um plano de transferência do posto ou, então, visar mostrar que ele não está deixando o cargo em situação negativa.

Hosseini disse que a mudança de negociador não indica uma mudança na política iraniana.

"Já ressaltamos isso inúmeras vezes, todas as autoridades iranianas já disseram o mesmo: a questão nuclear é um dossiê nacional", disse ele em coletiva de imprensa.   Continuação...