Leilão de energia nova negocia 2.312 Megawatts médios

terça-feira, 16 de outubro de 2007 15:21 BRST
 

SÃO PAULO, 16 de outubro (Reuters) - O quinto leilão de energia nova, que negocia contratos de suprimento a partir de 1o de janeiro de 2012 (A-5), terminou após mais de quatro horas, comercializando um total de 398 milhões de megawatts/hora ou 2,312 mil megawatts médios.

Foram negociados 209,9 milhões de megawatts/hora de energia térmica e 188 milhões de megawatts/hora de energia hídrica.

O preço médio da energia térmica no leilão, realizado em lances decrescentes, ficou em 128,37 reais por megawatt/hora, com deságio de 8,9 por cento em relação ao valor inicial, de 141 reais.

Já o preço médio da energia hídrica ficou acima do valor teto devido à inclusão da taxa UBP (Uso do Bem Público), uma vez que algumas hidrelétricas sofreram impacto da tarifa em seu preço de venda.

O valor inicial da energia hídrica era 126 reais por megawatt/hora, mas no encerramento do leilão ficou em 129,14 reais.

No leilão realizado pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), por delegação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), participaram 18 empreendimentos com capacidade de gerar 8,28 mil megawatts, sendo cinco hidrelétricos e 13 térmicas.

(Por Roberto Samora; edição de Renata de Freitas; Reuters Messaging: renata.freitas.reuters.com@reuters.net; 5511 56447723)))