Lula admite inauguração de universidade inacabada

sexta-feira, 29 de agosto de 2008 18:19 BRT
 

SANTO ANDRÉ (Reuters) - Após denúncias publicadas pela imprensa, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva reconheceu que estava inaugurando nesta sexta-feira, parcialmente, uma universidade federal no ABC paulista.

"Estou feliz, estou inaugurando a universidade inacabada do ABC, em seu bloco B, que é o que eu vi hoje. No ano que vem eu venho (para inaugurar o restante)", disse Lula em discurso na Universidade Federal do ABC (UFABC), em Santo André.

Além do bloco inaugurado, já estão sendo construídos outros 6 blocos que ficarão prontos em 2009, e cujo funcionamento vai ser iniciado em 2010. O custo total, segundo a Presidência, é de 220 milhões de reais.

O bloco inaugurado já funciona desde maio com 2.000 alunos em 18 cursos. Para 2010, está previsto um total de 10.000 alunos.

Entre os presentes, estava o ex-deputado Professor Luizinho (PT), candidato a vereador por Santo André e um dos 40 acusados no processo do mensalão, que foi citado por Lula e pelo presidente da Câmara Arlindo Chinaglia (PT-SP) como um dos principais incentivadores da universidade.

Durante o fim de semana, Lula participa de atos para reforçar as candidaturas de petistas em São Paulo e cidades da região do ABC paulista.

No sábado, Lula estréia ao vivo na campanha da candidata Marta Suplicy (PT) em uma carreata pela manhã com posterior comício na zona leste da cidade, uma das áreas, junto com a zona sul, em que a petista tem os maiores índices de intenção de voto. O objetivo da campanha de Marta é reforçar esta preferência.

Ainda no sábado, o presidente participa de eventos públicos em São Bernardo do Campo, com Luiz Marinho, e em Diadema, ao lado de Mario Reali. No domingo, retorna a Santo André com Vanderley Siraque. Durante o fim de semana, Lula ficará em sua casa, em São Bernardo do Campo. (Reportagem de Carmen Munari)