Obama faz história e é oficializado candidato democrata

quarta-feira, 27 de agosto de 2008 21:11 BRT
 

Por Steve Holland

DENVER (Reuters) - O Partido Democrata dos EUA formalizou na quarta-feira a candidatura de Barack Obama para disputar a Presidência contra o republicano John McCain na eleição de 4 de novembro. É a primeira vez que um negro encabeça a chapa de um grande partido norte-americano.

Num notável momento de unidade, a senadora Hillary Clinton, adversária de Obama na disputa interna deste ano, pediu formalmente aos delegados que suspendessem a chamada para votação dos delegados e aprovassem a candidatura dele por aclamação.

"Com os olhos firmemente fixos no futuro, no espírito de unidade, com o objetivo da vitória, com fé em nosso partido e em nosso país, declaremos a uma só voz aqui e agora que Barack Obama é o nosso candidato e será o nosso presidente", disse ela, sob gritos de entusiasmo da platéia.

"Coloco o senador Barack Obama para ser escolhido pela convenção por aclamação como indicado do Partido Democrata", disse ela, num pedido que foi aceito pela presidente da convenção, a deputada Nancy Pelosi, que também é presidente da Câmara. Pelosi em seguida anunciou que Obama havia aceitado a indicação.

Delegados dançaram ao som de "Love Train" para celebrar o momento. Antes, num gesto em prol da unidade partidária, Hillary havia sido simbolicamente aceita como pré-candidata.

"Não importa onde estávamos no começo desta campanha, os democratas estão juntos hoje", disse a deputada Debbie Wasserman Schultz, que apoiava Hillary, num discurso de aceitação em nome de Obama.

McCain deve ser sagrado candidato republicano na convenção da semana que vem em Saint Paul, Minnesota.

(Reportagem de John Whitesides, Caren Bohan e Thomas Ferraro)