Congresso dos EUA derruba veto de Bush a nova lei agrícola

quinta-feira, 22 de maio de 2008 17:07 BRT
 

Por Charles Abbott

WASHINGTON (Reuters) - O Congresso dos Estados Unidos derrubou por completo, na quinta-feira, o veto do presidente George W. Bush a um projeto de lei agrícola de 289 bilhões de dólares, deixando de aprovar somente sua seção comercial, apagada por engano.

A nova lei amplia os programas públicos de alimentação para os norte-americanos pobres que auxiliam hoje, segundo estimativas, 10 milhões de pessoas, e estimula a organização das propriedades agrícolas e os investimentos em biocombustíveis.

O presidente vetou o projeto de lei na quarta-feira argumentando que as novas provisões subsidiariam os fazendeiros ricos em um momento no qual os norte-americanos deparam-se com altos preços dos alimentos.

O Senado derrubou o veto por 82 votos contra 13 um dia depois de a Câmara dos Representantes (deputados) ter feito o mesmo por 316 votos contra 108.

"Das 15 seções desse projeto, 14 são agora lei", afirmou o presidente do Comitê de Agricultura, Tom Herkin (democrata), depois da votação no Senado.

Os líderes do Partido Democrata afirmaram que a seção omitida, envolvendo o comércio e os programas de alimentação gratuita, seria votada em separado. O capítulo de 35 páginas viu-se apagado acidentalmente da cópia oficial do projeto de lei agrícola enviada à Casa Branca, cópia essa vetada por Bush e depois aprovada pelo Congresso.

"Há vários precedentes indicando que o que fizemos ontem foi válido", afirmou o líder da maioria na Câmara dos Representantes, Steny Hoyer, garantindo aos deputados que as 14 seções aprovadas se tornariam lei após a derrubada do veto.

Os deputados republicanos acusaram os democratas de optar pelo caminho mais fácil em sua pressa de completar o processo antes do "Memorial Day".   Continuação...