Homem-bomba mata 16 em aldeia iraquiana, diz polícia

terça-feira, 18 de dezembro de 2007 16:50 BRST
 

BAGDÁ (Reuters) - Um homem-bomba matou 16 pessoas na terça-feira numa aldeia xiita ao norte de Bagdá, segundo a polícia. Outros atentados mataram 14 pessoas no resto do país, no mesmo dia em que a secretária norte-americana de Estado, Condoleezza Rice, fez uma visita surpresa ao Iraque para alardear a melhoria na situação de segurança do país.

O homem-bomba acionou os explosivos quando entrou num café da localidade de Al Abbara, 65 quilômetros ao norte de Bagdá. A explosão feriu 28 pessoas, inclusive crianças que estavam nos arredores, segundo a polícia.

Em Baquba, maior cidade da região, um carro-bomba matou um policial e um civil numa barreira policial. Outras 15 pessoas ficaram feridas, incluindo três crianças, segundo a polícia.

Os militares dos EUA dizem que integrantes da Al Qaeda estão se reagrupando na província de Diyala depois de serem expulsos de Bagdá e da província de Anbar, localizada no oeste do país.

Em Mosul, seis vigias de um oleoduto foram mortos a tiros, mas não houve danos à instalação.

No centro de Bagdá, um carro bomba matou quatro pessoas, inclusive um policial, e feriu sete outras, segundo a polícia. Em outro incidente, o reitor de uma faculdade particular foi morto perto de sua casa.