Comunista é eleito novo presidente de Chipre

domingo, 24 de fevereiro de 2008 14:15 BRT
 

Por Michele Kambas e Dina Kyriakidou

NICÓSIA, Chipre (Reuters) - O líder do partido comunista de Chipre, Demetris Christofias, venceu as eleições presidenciais do país neste domingo. Seu adversário direitista, Ioannis Kassoulides, já admitiu a derrota.

"Eu entrei em contato com o sr.Christofias e o parabenizei por sua vitória", disse Kassoulides. "Eu assegurei a ele que estarei ao seu lado em seus esforços para encontrar uma solução para nossa questão nacional", afirmou.

As pesquisas de boca-de-urna já apontavam sua vitória na corrida pela Presidência do país.

Christofas se torna assim no primeiro comunista a liderar Chipre na história do país e no único dirigente comunista entre os 27 países-membros da União Européia (UE).

O novo presidente deve retomar os esforços para reunificar essa ilha do Mediterrâneo, cuja divisão entre os greco-cipriotas e os turco-cipriotas representa um grande obstáculo aos planos da Turquia para ingressar na UE.

Tanto Christofas, 62, quanto Kassoulides, 59, prometeram tentar retomar as negociações com os turco-cipriotas do norte da ilha. Os dois candidatos, no entanto, divergiam quanto ao tipo de processo a ser adotado.

O conflito dificulta também os esforços para melhorar as relações entre a Grécia e a Turquia, dois países-membros da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

E as negociações do governo turco com a UE encontram-se em parte paralisadas devido ao impasse em torno de Chipre. Uma nova análise do processo será realizada em 2009.

Os contatos do governo cipriota com a liderança turca da ilha congelaram-se durante o governo do presidente Tassos Papadopoulos, que tinha rejeitado em 2004 os planos de reunificação elaborados pela Organização das Nações Unidas (ONU).

A inesperada eliminação de Papadopoulos da eleição atual ainda no primeiro turno, no dia 17 de fevereiro, alimentou esperanças de que o impasse seja superado.

 
<p>Novo presidente-eleito do Chipre, Demetris Christofias, acena para simpatizantes em Nicosia. Photo by Yiorgos Karahalis</p>