October 23, 2007 / 4:21 AM / 10 years ago

Incêndios põem 250 mil moradores em fuga na Califórnia

4 Min, DE LEITURA

Por Dan Whitcomb

LOS ANGELES (Reuters) - Incêndios florestais avançam com rapidez na segunda-feira pelo sul da Califórnia, obrigando pelo menos 250 mil pessoas a fugirem das suas casas e destruindo centenas de milhares de edifícios. Desesperados, os bombeiros pedem ajuda a outros Estados.

Pelo menos 12 focos, alimentados por ventos fortes e secos, saíram de controle no sul do Estado, que vive uma forte seca. Pelo menos uma pessoa morreu, e várias ficaram feridas.

"É um momento trágico para a Califórnia", disse o governador Arnold Schwarzenegger, que declarou estado de emergência em sete condados do Estado.

Os incêndios também provocaram a interdição de rodovias, escolas e empresas. Em grande parte do Estado, a luz do sol não consegue atravessar a espessa fumaça.

A situação é dramática no condado de San Diego, no sul do Estado, onde sete focos queimaram cerca de 40 mil hectares.

A ala de queimados do Centro Médico do campus local da Universidade da Califórnia está em alerta elevado e já atendeu 13 pessoas, segundo rádios da região. Uma pessoa foi morta no domingo pelo fogo perto da fronteira com o México.

Ao norte da cidade de San Diego, dois incêndios se juntaram e já devastaram 5.700 hectares, obrigando as autoridades a darem ordens para que 250 mil pessoas deixassem uma área de cerca de 30 quilômetros quadrados, que inclui condomínios de luxo, fazendas e clubes de campo.

Pelo menos um hospital e várias casas de repouso da área foram interditadas por risco de incêndio. A avaliação total dos prejuízos ainda não foi feita, porque a fumaça e os ventos de até 120 quilômetros por hora prejudicam os levantamentos aéreos.

As autoridades reservaram um estádio de futebol de San Diego para os evacuados, e cerca de 5.000 pessoas haviam aparecido ali até às 9h de segunda-feira. Um centro de exposições perto dali foi preparado para receber cavalos e outros animais afetados.

Um incêndio na sofisticada localidade à beira-mar de Malibu foi contido depois de queimar quase mil hectares de terras e dez edifícios, inclusive a réplica de um castelo e uma igreja.

Um novo foco, possivelmente provocado pela queda de torres de energia, começou perto da localidade montanhosa de Lake Arrowhead. Aviões-tanque foram enviados para proteger as casas em áreas inacessíveis para caminhões.

"Nossos bravos bombeiros estaduais, locais e federais estão combatendo as chamas nas últimas 24 horas e estão fazendo um trabalho extraordinário", disse Schwarzenegger.

Cerca de 10 mil bombeiros estão trabalhando, com recursos aquém do necessário, e outros estão chegando do norte da Califórnia. As autoridades já pediram ajuda aos colegas de Nevada e Arizona.

No Condado de Orange, o chefe dos bombeiros Chip Prather disse que um grande incêndio que ameaça a cidade de Irvine foi iniciado de forma proposital.

Na segunda-feira, a previsão era de que o vento, conhecido na região como Santa Ana, chegasse a 145 quilômetros por hora, com temperaturas de até 32 graus Celsius. Este é o ano mais seco já registrado no sul da Califórnia, com precipitações equivalentes a apenas um quinto do normal.

(Colaboraram Dana Ford em Malibu, Steve Gorman em Los Angeles e Ned Randolph em San Diego)

Reuters Es

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below