Deputado do Irã anuncia licitação para 19 usinas nucleares

segunda-feira, 24 de dezembro de 2007 10:49 BRST
 

TEERÃ, 24 de dezembro (Reuters) - O Irã divulgará em breve uma concorrência internacional para a construção de 19 usinas nucleares, disse um deputado uma semana depois de a Rússia anunciar o início da entrega de combustível à primeira usina atômica iraniana.

Kazem Jalali, que representa o comitê de segurança nacional e política externa do Parlamento, disse em entrevista publicada pela imprensa local que cada usina terá capacidade para 1 gigawatt.

Quarto maior exportador mundial de petróleo, o Irã está submetido a sanções da ONU devido à suspeita de que possa desenvolver armas nucleares. Teerã diz que o objetivo de seu programa atômico é apenas gerar eletricidade com fins civis. A ONU discute atualmente um terceiro pacote de punições ao país.

Moscou anunciou no dia 17 a primeira entrega de combustível nuclear à usina de Bushehr (sul do Irã), o que segundo a Rússia e os EUA pode convencer Teerã de que não há necessidade de enriquecer urânio domesticamente.

O Irã, porém, se recusa a suspender o enriquecimento, processo que pode gerar material para usinas civis ou, com maior grau de pureza, para armas. As autoridades iranianas dizem que o combustível nacional é necessário para outras usinas, já que o objetivo é ter uma rede com capacidade para 20 gigawatts até 2020.

"O contrato para a construção de 19 usinas nucleares será levado a concorrência internacional num futuro próximo," disse Jalali em declarações difundidas no domingo pela agência Irna.

Outra fonte iraniana disse em abril que Teerã lançaria licitações para duas usinas nucleares.

Na semana passada, a empresa russa responsável pela construção de Bushehr disse que essa usina só estará pronta a partir do final de 2008, pelo menos. O custo dessa obra é de 1 bilhão de dólares.

Segundo a Rússia, há supervisão da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA, um órgão da ONU) nas obras, o que afasta a possibilidade de uso militar para o combustível ou a tecnologia de Bushehr.

(Por Fredrik Dahl)