Líbia está entre novos membros do Conselho de Segurança

terça-feira, 16 de outubro de 2007 16:50 BRST
 

Por Patrick Worsnip

NAÇÕES UNIDAS (Reuters) - Líbia, Vietnã, Croácia, Costa Rica e Burkina Faso foram eleitos na terça-feira para vagas não-permanentes no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) para os anos de 2008 e 2009.

Na votação para as vagas da África e Ásia, não havia adversários para Líbia, Vietnã e Burkina Faso, que assim conseguiram já no primeiro turno os dois terços de votos necessários entre os 192 países da Assembléia Geral.

Croácia e Costa Rica foram eleitos no segundo turno, depois que seus rivais República Tcheca e República Dominicana viram sua votação se reduzir e abandonaram a disputa.

Os vencedores da eleição assumirão um assento no Conselho a partir de 1o de janeiro para um mandato de dois anos. Membros não-permanentes do Conselho não têm poder de veto.

A entrada da Líbia no Conselho de Segurança marca um passo significativo na volta do país ao cenário internacional, após anos sendo acusada pelo Ocidente de patrocinar o terrorismo.

Mas entidades de defesa dos direitos humanos, que apontam falta de democracia na Líbia e no Vietnã, se disseram chocadas com a escolha, já que o Conselho tem poder de promover intervenções militares ou sanções a países.

Havia expectativa de que a disputa entre a Croácia, estreante no Conselho, e a República Tcheca, que ocupou uma vaga em 1994-95, seria acirrada, já que ambos os países enviaram seus primeiros-ministros para fazer campanha na ONU nesta semana.

Já a Costa Rica, com dois mandatos no currículo, era favorita contra a República Dominicana, que nunca esteve no Conselho.   Continuação...