Família leva corpo de Bhutto para sua província natal

quinta-feira, 27 de dezembro de 2007 20:24 BRST
 

ISLAMABAD (Reuters) - O marido e os filhos da ex-primeira-ministra paquistanesa Benazir Bhutto chegaram de Dubai a Islamabad na madrugada de sexta-feira (tarde de quinta no Brasil) para levar o corpo dela para o local do sepultamento, na cidade natal da família.

Pela tradição islâmica, os funerais devem ser realizados o mais rapidamente possível. Fontes partidárias disseram que o enterro deve ser na sexta-feira.

O corpo de Bhutto foi levado para a província do Sindh logo depois da chegada do marido, Asif Ali Zardari, e dos três filhos dela.

Fontes do partido disseram que Bhutto será sepultada em sua aldeia natal, chamada Garhi Khuda Baksh, na região de Larkana. Seu túmulo no cemitério familiar deve ficar ao lado do pai dela, Zulfikar Ali Bhutto, primeiro primeiro-ministro eleito pelo voto popular no Paquistão. Deposto em 1977, Ali Bhutto foi enforcado dois anos depois.

"O corpo foi levado para o Sindh junto com a família e 35 parentes e seguidores", disse uma autoridade do setor de segurança.

Zardari é um empresário que foi ministro nas duas vezes em que Bhutto ocupou o cargo, no final da década de 1980 e começo da de 90.

Bhutto morreu num hospital de Rawalpindi, depois de ser atingida por tiros e por um homem-bomba após um comício. Centenas de admiradores carregaram seu caixão, de madeira e sem adornos, do hospital até o aeroporto militar de Rawalpindi.

A ex-primeira-ministra passou oito anos no exílio, até outubro. Depois do regresso, fez uma emotiva visita à sua aldeia natal.