Polícia e estudantes se enfrentam na Venezuela

terça-feira, 23 de outubro de 2007 19:41 BRST
 

CARACAS (Reuters) - Estudantes venezuelanos entraram em confronto na terça-feira com policiais durante um protesto contra a reforma constitucional promovida pelo governo. Testemunhas disseram que houve alguns feridos leves, principalmente pessoas atingidas por pedras e garrafas.

Na primeira manifestação de grande porte contra a reforma proposta pelo presidente Hugo Chávez, milhares de pessoas, principalmente estudantes, fizeram uma passeata até as proximidades da sede do Congresso. Uma comissão escoltada por militares apresentou suas críticas a uma delegação de deputados.

Forças de segurança lançaram bombas de gás lacrimogêneo para conter os manifestantes da oposição e seguidores do governo que se xingavam e atiravam objetos uns nos outros.

A oposição considera que Chávez usará a reforma para se perpetuar no governo e ganhar poderes ilimitados, o que o presidente esquerdista nega, alegando que a mudança tem por objetivo consolidar o poder popular.

A reforma será submetida a referendo em dezembro.

(Por Fabián Andrés Cambero)