Citigroup e Merrill garantem nova injeção bilionária de capital

terça-feira, 15 de janeiro de 2008 12:41 BRST
 

Por Mike Peacock

LONDRES, 15 de janeiro (Reuters) - O Citigroup registrou uma colossal baixa contábil de 18,1 bilhões de dólares na terça-feira e anunciou a obtenção de capital novo, enquanto o Merrill Lynch, que também deve revelar perda bilionária em função do colapso do mercado de hipotecas dos Estados Unidos, anunciou uma injeção de 6,6 bilhões de dólares.

O Citigroup (C.N: Cotações), maior banco dos EUA em ativos, divulgou prejuízo de 9,83 bilhões de dólares no quarto trimestre --seu primeiro resultado negativo desde a criação da empresa, em 1998--, devido a perdas causadas por empréstimos residenciais de alto risco e outras operações de crédito.

O banco está levantando pelo menos 14,5 bilhões de dólares em capital novo por meio da emissão de títulos conversíveis e está reduzindo os dividendos. O príncipe Alwaleed, da Arábia Saudita, e o governo de Cingapura estão entre os compradores desses títulos.

"Acreditemos ou não, a baixa contábil (do Citi) é menos ruim do que vinha se falando. Ontem mesmo vi uma estimativa de um analista que mencionava 27 bilhões de dólares", disse William Smith, presidente-executivo da Smith Asset Management, de Nova York. "Não foi o cenário mais pessimista."

Enquanto isso, o banco de investimentos norte-americano Merrill Lynch MER.N anunciou que lançará 6,6 bilhões de dólares em ações preferenciais para investidores, entre os quais a Kuwait Investment Authority, a Korean Investment Corp e uma subsidiária do Mizuho Financial Group 8411.T, do Japão, para reforçar o capital da instituição.

No final da semana passada, o New York Times publicou matéria afirmando que o Merrill deve registrar baixa contábil de 15 bilhões de dólares por maus investimentos hipotecários. A instituição anunciará seu resultado trimestral na quinta-feira, e já contabilizou depreciação de ativos de 8,4 bilhões de dólares no terceiro trimestre.

Grandes bancos de Wall Street e da Europa estão tendo de enfrentar pesadas perdas derivadas de empréstimos hipotecários concedidos a pessoas com baixa capacidade para pagá-los nos EUA. Por isso, estão procurando capital ativamente.

Em dezembro, o Merrill assegurou até 7,5 bilhões de dólares vendendo uma participação acionária ao governo de Cingapura e a uma administradora de ativos. No mês anterior, o Citi concordou em vender 4,9 por cento do banco pelo mesmo montante.   Continuação...