Congresso dos EUA rejeita verba para escudo antimísseis

quarta-feira, 31 de outubro de 2007 18:31 BRST
 

WASHINGTON (Reuters) - Um projeto de orçamento militar em tramitação no Congresso dos EUA não conterá verbas para o início da construção do polêmico sistema norte-americano de defesa antimísseis na Europa, disse na quarta-feira o deputado democrata John Murtha, presidente da comissão responsável pelos orçamentos militares.

Ele afirmou a jornalistas que o projeto deve ser aprovado nesta semana na comissão sem as verbas para o projeto, que foi alvo de protestos do presidente russo, Vladimir Putin.

"Não temos nem o acordo básico entre Polônia e Estados Unidos", disse Murtha, justificando a recusa do Congresso em liberar a verba no atual ano fiscal, que vai até o final de setembro de 2008.

Na semana passada, o presidente George W. Bush salientou a necessidade de instalar dez interceptadores de mísseis na Polônia e um sistema de radares na República Tcheca, a um custo aproximado de 3,5 bilhões de dólares. Bush pediu ao Congresso que liberasse 310 milhões de dólares neste ano.

(Por Richard Cowan)