Democrata John Edwards desiste de pré-candidatura nos EUA

quarta-feira, 30 de janeiro de 2008 13:28 BRST
 

Por Deborah Charles

WASHINGTON (Reuters) - O pré-candidato democrata John Edwards desistiu na quarta-feira de sua campanha à Presidência dos EUA. Entre os republicanos, Mitt Romney promete continuar com sua luta para derrubar John McCain, o qual acaba de assumir a liderança da corrida naquele partido.

Edwards, um ex-senador pelo Estado da Carolina do Norte que foi candidato a vice-presidente do país quatro anos atrás, nunca conseguiu equiparar-se ao poder de fogo dos dois pesos pesados da disputa travada pela vaga do Partido Democrata -- Hillary Clinton e Barack Obama.

A decisão de abandonar a corrida acabou por limitar, na prática, as corridas democrata e republicana aos dois candidatos com chances de vitória em cada um dos partidos antes das prévias da "superterça", marcadas para a próxima semana. Nesse dia, 24 Estados norte-americanos realizarão prévias para uma ou para ambas as legendas.

Edwards deve anunciar oficialmente sua desistência às 16h (horário de Brasília), em Nova Orleans, afirmou um membro do comitê de campanha dele.

A decisão coloca Hillary, ex-primeira-dama do país e atual senadora pelo Estado de Nova York, e Obama, senador pelo Estado de Illinois, em rota de colisão.

Entre os republicanos, participam da corrida pela vaga do partido para as eleições presidenciais de novembro o senador McCain e Romney, ex-governador de Massachusetts.

O ex-governador do Arkansas Mike Huckabee continua a constar oficialmente da disputa, mas sua falta de carisma para além dos conservadores cristãos e uma escassez de fundos fazem dele uma carta fora do baralho.

A decisão de Edwards desviou os holofotes do ex-governador de Nova York Rudy Giuliani, que pretende anunciar sua desistência e dar apoio a McCain ainda na quarta-feira. Giuliani tomou essa decisão após ficar em um distante terceiro lugar nas prévias da Flórida.   Continuação...