Visita de chanceler mostra nova posição da França sobre Iraque

sábado, 31 de maio de 2008 18:36 BRT
 

Por Adrian Croft

BAGDÁ (Reuters) - O ministro francês de Relações Exteriores, Bernard Kouchner, se encontrou neste sábado com o presidente iraquiano, Jalal Talabani, durante uma visita que, segundo autoridades, mostrou um compromisso renovado da França com o Iraque, cuja invasão liderada pelos Estados Unidos em 2003 teve forte oposição do governo francês.

Kouchner manteve conversas com Talabani em Bagdá e depois desse encontro disse aos repórteres que o líder iraquiano havia discutido com ele o processo de reconciliação nacional.

O chanceler francês começou seu giro de dois dias pelo país com uma visita à cidade sulista de Nassíria, onde encontrou-se com o vice-presidente Abel Abdul-Mahdi, um xiita, economista educado na França, e com o governador provincial Aziz Kadhim Alwan.

"A visita representa o reengajamento da França, e por seu intermédio, da União Européia e da comunidade internacional, no Iraque", disse em Paris uma autoridade diplomática da França.

Esse alto funcionário afirmou que Kouchner iria inaugurar uma nova representação da embaixada francesa na cidade de Arbil, no norte do Iraque. A França, que assume a presidência rotativa da União Européia em julho, tem antecipado que vai conduzir uma política de maior envolvimento do bloco na reconstrução do Iraque e se ofereceu para sediar negociações de reconciliação.

Essa foi a segunda visita de Kouchner ao Iraque, nove meses depois de ele ter sido a primeira alta autoridade da França a visitar o país desde o começo da invasão liderada pelos EUA.

Durante o encontro com autoridades iraquianas em Nassíria, Kouchner discutiu a possibilidade de empresas francesas investirem no Iraque, disse Abdul Hussein Dawod, porta-voz do governador da província.

O ex-presidente francês Jacques Chirac liderou a oposição internacional à invasão do Iraque, mas o novo presidente, Nicolas Sarkozy, eleito no ano passado, tem procurado manter relações cordiais com Washington.   Continuação...