UE deve fixar cronograma para enfrentar mudanças climáticas

quinta-feira, 13 de março de 2008 12:28 BRT
 

Por Mark John

BRUXELAS, 13 de março (Reuters) - Os dirigentes da União Européia (UE) devem acertar na quinta-feira um cronograma para adotar medidas de combate às mudanças climáticas, cronograma esse que poderia ditar o ritmo das negociações internacionais a respeito do assunto que ocorrem no ano que vem.

A UE se considera a líder mundial do combate ao aquecimento desde que seus países-membros acertaram, no ano passado, diminuir sensivelmente as emissões de gases do efeito estufa e ampliar o consumo de energia produzida a partir de fontes renováveis.

Mas caso não haja um acordo sobre os detalhes do cronograma até o começo do próximo ano, o bloco não conseguiria aprovar as leis previstas e perderia força nas negociações com outros países, entre os quais os EUA. Essas negociações estão marcadas para começar em Copenhague, em novembro de 2009.

Os 27 países-membros da UE devem acertar, durante uma cúpula de dois dias marcada para ocorrer em Bruxelas, a aprovação de leis até março próximo a fim de que cumpram suas metas de combate às mudanças climáticas.

A cúpula deve ainda confirmar os apelos por mais transparência nos mercados financeiros depois da crise global de crédito e rever um plano franco-alemão para melhorar os laços da UE com os países do Mediterrâneo.

Sublinhando os fatores de risco que prejudicam atualmente as previsões de crescimento para as economias européias, o euro bateu um novo recorde de alta na quinta-feira, chegando a 1,56 dólar, enquanto os preços do petróleo rondavam perto de um pico de 110 dólares o barril.

Mas as questões ambientais devem predominar na cúpula.

Os líderes da UE estão cientes de que outros países também preparam suas economias e indústrias para medidas mais duras de combate ao aquecimento global, que devem entrar em vigor após o fim, em 2012, da primeira fase do Protocolo de Kyoto, o acordo selado para reduzir a emissão dos gases responsáveis pelo efeito estufa.   Continuação...